terça-feira, 21 de dezembro de 2010

CHARTREUX

História:
Filhotes de Chartreux
O Chartreux descende muito provavelmente de gatos sírios. Foi exportado para França por volta do século XVIII, através das rotas marítimas mantidas com o Oriente. O Chartreux ficou bastante popular e foi apelidado pelo filósofo francês Buffon de "O Gato da França".
A criação da raça Chartreux na França, começa por volta de 1930 quando as irmãs Léger se instalam em Belle-Ille-sur-Mer, uma ilha da Bretanha francesa, e a sua atenção se concentra em alguns gatos locais de cor azul e olhos dourados.
Muito parecido o primo British Shorthair





No fim da II Guerra Mundial, o Chartreux estava praticamente extinto. Nos anos 60 e 70 alguns criadores praticaram cruzamentos sucessivos de Chartreux com British Shorthair azuis. Esta prática tornou-se tão comum que em 1970 a FIFe (Federação Internacional Felinicultura) decidiu juntar as duas raças numa só. E, pouco a pouco, o Chartreux foi perdendo a sua autenticidade assemelhando-se cada vez mais ao  British Shorthair azul.
Chartreux jovem
Jean Simonner presidente do clube do gato Chartreux, com o receio de que a raça se perdesse as características,como estavam descritas desde o século XVIII, conseguiu provar as características próprias desta antiga raça francesa. E em 1977, a FIFe separou de novo as duas raças e proibiu os cruzamentos entre elas. A partir daqui as duas raças aparecem claramente diferenciadas e os gatos do tipo intermédio foram progressivamente desaparecendo. O Chartreux tinha finalmente recuperado a sua imagem e posição no mundo da Felinicultura.

Porte:
Médio

Origem:
França

Curiosidades:
No final dos anos 60 e 70, a exploração da carne e da pelagem dessa raça quase causou a extinção.
Filhote de Chartreux


Características:
É extremamente tolerante e bastante silencioso, mostrando boa capacidade para se adaptar às mudanças. Como tem bom temperamento, às vezes, torna-se um verdadeiro guardião e é bastante apegado ao dono.

Cuidados Básicos:
Como é muito ativo e exímio caçador, precisa de espaço para correr e brincar, pois não gosta de se sentir preso. Também não é bom deixá-lo em meio a discussões ou barulhos altos, pois pode ficar assustado e se tornar agressivo. Deve-se escová-lo, para retirar os pêlos mortos, e limpar suas orelhas pelo menos uma vez por semana, pois tem mais segregação auricular do que a maioria dos gatos.

8 comentários:

Priscila Galdino disse...

Essa raça pode ter pêlo branco e olhos verdes?

Gatoteria disse...

Oi Priscila!! Então, todos os exemplares que encontrei pela internet dessa raça, tem a pelagem dessa cor azul, como nas fotos acima. Pode ser que alguns deles tenham os olhos verdes, mas a pelagem branca acredito ser mais difícil. Se você encontrar manda pra gente ver!!

Obrigada pelo seu comentário!! =)

Kou disse...

Embora sejam muito parecidos, Gatos Chatreux tem os olhos amarelos, cobre, ouro ou laranja claro e são os Gatos da raça korat que tem o olho verde.

Mazzei Estúdio disse...

Oi! Vc sabe onde consigo encontrar um filhote de Chatreux aqui no Brasil? venho procurando a algum tempo e ainda não encontrei nenhum criador. Obrigada!

Gatoteria disse...

Olá Mazzei! Muito obrigada pela sua visita!
Então, também não conheço nenhum criador de Chartreux aqui no Brasil, infelizmente.
Mas você já considerou a possibilidade de adotar um vira-latinha?
Com certeza aí na sua cidade devem haver muitos gatinhos SRD precisando de um lar com muito carinho pra compartilhar!!
Pense nisso!!

Beijocas! =^.^=

Unknown disse...

Boa noite! Minha namorada tem uma gata de pelo azul curto pernas curta acredito que ela tenha 1,5 anos de idade pois ela apareceu minha namorada nao comprou, pesquisei bastante na net e vi que ela se enquadra na raça chartreaux porém os olhos dela sao verdes esmeralda, ela é nova ainda, quase nunca mia, é muito quieta. Ela não parece o azul ingles nem ao korat, agora não sei

Obrigado!!

danielle lins disse...

Adotei uma gatinha de 3 meses que pensava ser SRD... , ja estou com ela a 2, observando o comportamento dela, me deu curiosodade de pesquisar, pois ela pouco mia, ronrona sempre, é super ativa e as vezes mais parece um cachorrinho do q um gato, pois me segue pela casa inteira...rsrsrs, acreditem, até na hora do banho...
Logo descobri, nao só por caracteristicas físicas, e sim por todo o contexto que ela eh uma Chartreux...
Ela chama-se "Beleza" e estou mais do que contente, pois o comportamento dela eh espetacular...Porem tenho uma duvida: quando ela vai entrar no cio ? Seria uma boa castra-la? pois acho que será dificil achar um macho da mesma raça na minha cidade...
Obrigada !!!

Gatoteria disse...

Oi Danielle!

É uma ótima castrá-la o quanto antes sim!! A castração evita vários tipos de doenças e você garante pra sua Beleza (que lindo nome!) uma vida longa e saudável.

Não se esqueça de vaciná-la e sempre que puder levá-la ao vet pra ver se está tudo bem.

Beijocas =^.^=

Postar um comentário